Ligamos para Você
Nossa politica de privacidade e cookies Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência na navegação.
Você pode alterar suas configurações de cookies através do seu navegador.
Vance Imóveis
Vance Imóveis
Telefones para Contato

Blog » Mudança, o terror dos terrores: confira 4 dicas para facilitar o seu processo de mudança

Mudança, o terror dos terrores: confira 4 dicas para facilitar o seu processo de mudança
Publicado em 29/Jun/2023

Dia 31 de outubro, o dia das bruxas, está quase chegando, mas sabe o que realmente assusta e dá medo só de pensar? Começar uma mudança. Só de lembrar quantas caixas serão usadas para guardar os pertences e depois ter que arrumar tudo de novo, já dá uma dor no coração, não é mesmo?

Contudo, a mudança é um mal necessário. Mal por que o processo realmente é desconfortável, ainda mais se for de forma inesperada. Mas ele só é necessário quando você realizou um sonho, seja ele de se mudar, ou melhor ainda, ao encontrar a casa ou apartamento dos sonhos, fechar o contrato e estar com as chaves na mão. Que sensação incrível!

Vai começar a mudança, mas não sabe por onde começar? Não tem problema, e não precisa se assustar (deixe os sustos pro halloween!), fique de olho nas 4 dicas que separamos para você e comece hoje mesmo a planejar a sua mudança. Vamos lá?

Envolva todos da casa no processo de mudança

O primeiro passo para fazer uma mudança de forma tranquila e sem desgastes é envolver todos que moram com você no processo de mudança. Dessa forma, evitará cansaço extremo e poderá delegar uma função a cada um, e assim, fazer com que o processo seja muito mais rápido.

Além de ter esse auxílio para fazer uma mudança de forma equilibrada, envolva todos, também, no planejamento da mudança de casa. Ao fazer esse processo, elimine as distrações do ambiente e garanta que não haverá espaço para procrastinação. Na hora do planejamento, delegue as funções, separe os setores aos quais deverão ter caixas separadas e tudo o que não deve ser esquecido nesse processo.

Mais de uma mente pensando irá garantir que não se esqueça de nada que é importante e, além disso, farão com que o processo da mudança seja mais rápido, e sem eventuais problemas.

Crie listas de tarefas

Nesse momento, use e abuse das formas analógicas de se organizar (mas se quiser, pode usar também os apps de anotação no seu telefone, o importante é anotar o que deve ser feito). Comece a pensar em tudo o que envolverá a mudança: quais são os setores da casa a serem esvaziados, se precisará de caixas grandes, médias e pequenas e quantas de cama uma, como transportar objetos frágeis, etc.

A sua lista será o seu guia nesse processo, e poderá consultá-la sempre que quiser, e se garantir de que não esqueça de nada. Liste os objetos que irá levar ou o que irá fora ou para doação, se precisará contratar algum serviço antes de deixar a casa… Enfim, anote tudo o que for necessário para manter a sua mente tranquila e livre de preocupações!

 

Faça a mudança de endereço das correspondências com antecedência

Se você recebe cartões, cartas e outras correspondências em sua casa, antes da mudança (o ideal é de 2 a 3 meses antes, para que os locais tenham tempo hábil de processar a mudança) faça a troca do endereço, para seguir recebendo tudo o que é seu no local correto, e não precise passar pelo transtorno de ir a sua antiga casa buscar as correspondências.

Separe as caixas por ambientes

Agora a mudança está começando de verdade, por isso, separe caixas de tamanhos diferentes para cada ambiente da casa, e assim, faça a separação de itens por categorias. Separar os itens de banheiro, quarto, cozinha, crianças, garagem, etc., é uma das formas mais eficientes para que, depois do transporte, você consiga se achar melhor ao descarregar a mudança.

Além disso, não se esqueça de separar dos demais itens, em caixas mais robustas, os itens mais fracos e frágeis, como vidros, taças, copos, espelhos, porcelanas, pratos, etc. Assim, você evita transtornos e continua com os seus itens intactos em sua nova casa ou apartamento. Também, faça a separação de objetos pequenos em caixas menores, para evitar a sua perda, e coloque os itens de maior valor monetário (ou emocional, também) para serem transportados junto com você.

Olhe com carinho para os seus pertences e… Desapegue!

Essa é uma ótima oportunidade de desapegar de diversos objetos que já não tem mais uso, e que na mudança só ocuparão espaços. Objetos antigos, roupas que não são mais usadas, produtos alimentícios ou de beleza fora da validade, objetos quebrados ou peças de objetos quebrados devem sair das suas caixas de mudança, e assim, dar espaço ao que importa.

Além disso, dê uma olhada com carinho para a sua despensa e roupeiro. O que você já não usa mais, mas está em bom estado? Essa é uma ótima oportunidade de ajudar outras pessoas, com pertences bem cuidados e que ainda possam ser usados.

E aí, o que você achou das nossas dicas? Agora ficará muito mais fácil fazer uma mudança tranquila e sem terror, não é mesmo?

Para mais artigos como esse e dicas, continue de olho no blog da Vance.

 

Até mais!

Veja mais artigos

Últimos Artigos

Mostrando de 1 até 4, em um total de 90 artigos
Educação Ambiental: Um Compromisso Contínuo com a Sustentabilidade
03
Jun
Este artigo destaca a importância da Educação Ambiental e sua relevância no compromisso da Vance Imóveis com a sustentabilidade. Ele explora a necessidade de promover práticas sustentáveis ​​e conscientizar...
Leia Mais
Entenda o Seguro DFI e sua Importância no Financiamento Imobiliário
08
Mai
O seguro DFI (Danos Físicos ao Imóvel) é uma peça fundamental no crédito imobiliário, protegendo tanto os compradores quanto os financiadores contra danos físicos ao imóvel financiado. Cobrindo uma variedade de...
Leia Mais
O Equilíbrio Perfeito entre Clássico e Contemporâneo
08
Abr
Descubra o San Diego, um empreendimento imobiliário em Gravataí que combina harmoniosamente o clássico e o contemporâneo. Com apartamentos elegantes e modernos, localização privilegiada e uma variedade de...
Leia Mais
Os Prós e Contras de Comprar um Imóvel na Planta: Uma Decisão a Considerar
27
Fev
Comprar um imóvel na planta oferece benefícios como preços acessíveis, customização e potencial de valorização, mas também apresenta desafios como possíveis atrasos na entrega, incertezas sobre o produto final...
Leia Mais